RadioFlash Digi 8 TTL: um concorrente nacional a altura do Radio Popper que superou todas as expectativas!

Todos sabem que sou fã do Radio Popper. Pela facilidade do uso, pela vantagem de ser TTL, como já comentei aqui no meu blog anteriormente.




Recentemente adquiri um par do RadioFlash Digi 8 TTL, fabricado no Brasil, em São Leopoldo, RS pela ProFlash pra testar. A minha idéia era que minhas equipes usassem e também para usar em ensaios externos, como o Trash The Dress, que uso muito o flash off-camera.



Pra minha surpresa, o sistema funciona tão bem quanto o Radio Popper, que eu sempre utilizei, desde o lançamento nos EUA. O funcionamento e uso é muito simples, pois ele transmite via sinal de rádio, a comunicação feita entre flash mestre e escravo, que é feita através de sinal infravermelho.



Além de se equiparar à praticidade do Radio Popper, o Digi 8 TTL tem uma série de outras funcionalidades que o torna um radio bem flexível.



Quem já usou um rádio TTL conhece as inúmeras vantagens do sistema:



- Alta velocidade de sincronismo

- Controle automático da carga do flash escravo: eu chego até esquecer que estou trabalhando com flash escravo e rádio. Tão intuitivo quanto se o flash estivesse em cima da câmera.

- Todas as deficiências do sistema infravermelho são eliminadas (alcance, uso do escravo contra a luz do sol, uso do escravo mesmo com obstáculos entre mestre e escravo, etc.






Controlar manualmente a carga do escravo em ensaios externos, em uma situação como esta, em que vc tem que se preocupar com vários outros aspectos torna-se um grande problema. Aqui só me preocupei com direção, posição da luz (e tbem a água do mar vindo…rs…)



Além dos ensaios externos, comecei a utilizar o Digi8 TTL também nos casamentos. Estou utilizando 4 flashs escravos na pista, um em cada canto.







Estas são algumas imagens feitas durante a festa:







Notem as projeções das sombras. O resultado é impressionante!!







Trabalhamos com 4 receptores e 2 transmissores durante a festa. Uma coisa legal é poder colocar o receptor de cada canto da pista em um canal diferente: 1, 4, 5 e 8, que correspondem aos botões de cada canto do radio transmissor ativado apenas por um toque no botão. Fica fácil ativar e desativar individualmente os flash nos cantos da pista a meu gosto, e em cada situação.



Além de funcionar apenas fixando o transmissor com velcro sobre o flash mestre, tbem funciona sobre o ST-E2, transmissor infravermelho da Canon.



Para ilustrar melhor, fiz umas simulações com os 4 flashes aqui em casa, só pra gente comparar os resultados:







Os 4 flashes ao mesmo tempo





2 flashes ao mesmo tempo





2 flashes frontais





4 flashes simultaneos





2 flashes no contra-luz





apenas um flash na esquerda





apenas um flash na direita





os 2 simultaneamente

Tudo isso controlado apenas pelos botões de cima do transmissor.



Usando o sistema mestre/escravo da Canon é possível dosar a carga entre os grupos dos escravos (grupos A/B/C) e controlar intensidades dos escravos fica muito facil, utilizando o controle do próprio Flash mestre Canon. Obviamente a Nikon tem os mesmos recursos!



Agilidade deste rádio não para por ai. Digamos que vc queira controlar flashes de estúdio. Você pode utilizar um cabo no receptor e ligá-lo diretamente ao flash, ou gerador. Claro que neste caso, o controle de carga será manual.


É possivel inclusive acionar flashes via TTL e outros via manual, juntar num set de luz, flashes de estudio e flashs dedicados (Canon, Nikon).


Ainda para usar em modo manual, vc pode trocar a tampa da bateria do transmissor e colocar um acessório que já acompanha o rádio, que o transforma um rádio para usar diretamente na sapata da câmera.



Vc tbem pode usar o transmissor ativando-o via cabo PC. Aqui nesta foto, eu colei um velcro no battery grip da câmera, apenas para ficar com ele preso.



O Receptor tem outra função muto legal: disparar uma câmera através do rádio!!


O disparo da câmera é feita através de um cabo específico para cada modelo de câmera. O cabo é um acessório adquirido à parte no site da ProFlash.

Vc deve ter notado um conector USB nos rádios, certo?


Este conector é na verdade a entrada para o carregador. Os rádios usam bateria do tipo de celular (3,7V), que garante uma autonomia muito boa. Pode ser carregado com qualquer carregador USB de celular e até mesmo no USB do seu computador. Após usar em um casamento, ainda sobra cerca de 70% de bateria (dá pra ver a indicação da carga no display do rádio).



Ontem fiz uma visita à fábrica do Digi 8 TTL em São Leopoldo. Fiquei impressionado com a tecnologia empregada, com a organização da fábrica e da preocupação constante com a qualidade e usabilidade do produto. Como todos sabem (ao menos quase todos), sou formado em Engenharia Eletrônica, profissão que exerci por 8 anos. Sei das dificuldades que é desenvolver um bom projeto e também das dificuldades que é concorrer com os produtos importados (ou melhor dizendo importa-bandeados).



Pra vcs terem ima idéia, olha o que tem por dentro:



Estamos falando em um produto 100% nacional. Com garantia e assistencia técnica no Brasil. O suporte da Proflash é muito atencioso. Sem dúvida, alta padrão de qualidade e tecnologia. Bem diferente daqueles radinhos que se compram por ai (diga-se xing-lings) que por dentro mais se parecem com o controle remoto do portão da minha garagem… :-(



Para os interessados em adquirir o Digi 8 TTL, basta entrar no site:

http://www.proflash.com.br


Alunos que fizeram workshop conosco tem um desconto especial. Para tal, deixe um comentário que enviaremos um código de desconto para compra online.



Um abraço e bons clicks!!



Anderson Miranda

Leave a Reply